Skip to content Skip to sidebar Skip to footer

Procrastinação, o que é isso?

Como podemos definir a Procrastinação

A Procrastinação, foi descrita em 1997 por Rachel Rodrigues Kerbauy, umas das pioneiras da psicologia da saúde mental no Brasil, da seguinte forma:

“Procrastinar é o comportamento de se adiar tarefas, de se transferir atividades para “o dia seguinte”. Deixar de fazer algo ou até interromper o que deveria ser concluído, dentro de um prazo determinado.”

Inegavelmente, quanto mais ansiosos, tristes, preocupados, inseguros e desconcentrados nós estivermos, maior é a probabilidade de termos dificuldade na gestão da nossa vida quotidiana. Imprevistos podem eventualmente surgir. Desta forma, as chances de procrastinarmos aumentam surpreendentemente.

Assim sendo, a procrastinação afeta a nossa vida pessoal, profissional, os relacionamentos e a autoestima.  Portanto, é primordial que haja uma mudança com a finalidade de alterar este padrão de comportamento.

Ultrapassando a Procrastinação

Existem, contudo, formas simples para que possa iniciar de imediato as necessárias mudanças, que como resultado o levarão a agir de uma forma mais potenciadora.

Poderá em primeiro lugar, começar por Programar. É importante que comece por identificar quais são as tarefas mais importantes no seu dia a dia. Depois de identificadas, essas tarefas deverão ser as primeiras a serem feitas.

Em seguida é importante aprender a Pedir Ajuda. Está tudo bem em pedir ajuda a amigos, colegas ou familiares, caso verifique que não as consegue fazer sozinho. Em boa verdade, não há nada que um bom espírito de equipa não consiga.

Além disso, poderá também Alterar os Estímulos. Assim sendo, alterar o ambiente onde costuma trabalhar, pode dar-lhe uma nova motivação. Que acha por exemplo, de levar o seu computador até uma esplanada?

Do mesmo modo, é também importante Organizar. Faça uma lista de tarefas, uma vez que isso o vai impedir de se esquecer das tarefas que, por talvez serem um pouco mais “chatas”, tende a deixar de fazer.

Poderá ir implementando estas sugestões de forma gradual no seu dia a dia, adaptando-as às suas necessidades, ou fazê-lo de forma mais rápida.

Independentemente da escolha que faça, o importante é manter o foco e a disciplina, para que possa alcançar o resultado desejado.

Comentar